Blog

Como Fazer um Currículo de Sucesso Passo a Passo

Saiba quais os cinco passos essenciais para fazer um Currículo de Sucesso.

Como Fazer um Currículo de Sucesso

Fazer um currículo é uma parte essencial quando a gente quer mudar de emprego, quando a gente quer conseguir emprego, quando a gente quer fazer uma transição para outra área.

Nós temos que fazer o currículo de maneira estratégica, e não fazer o currículo como se você fosse fazer uma lista de supermercado, de você colocar todas as experiências profissionais que você teve na sua vida, e sair depois atirando para tudo quanto é lado, isso não é estratégico, estratégico, é você saber quais são os seus pontos fortes, quais foram os resultados positivos que você gerou durante a sua carreira, é você gerar curiosidade, vontade do recrutador do RH, de chamar você para uma entrevista, de conhecer o seu melhor, de você deixar muito claro o que você quer e não deixar em aberto qualquer coisa, qualquer área, isso não é nem um pouco estratégico e faz com que todo o trabalho vá por água abaixo e passa a impressão errada também do seu trabalho.

Então, pra que isso não aconteça e daqui pra frente você tenha um currículo de sucesso, que gera interesse, vamos mostrar cinco passos essenciais para que você tenha um currículo realmente de sucesso.

1 – Dados Pessoais no Currículo

É muito importante você deixar em destaque alguns pontos para que a pessoa possa ter facilidade na hora de encontrar, você vai colocar o seu nome em primeiro lugar, não precisa colocar currículo vitae e depois coloca o seu nome, você pode  ser mais objetivo, coloca o seu nome em destaque, coloca o endereço, pode colocar o endereço, a cidade, estado, coloca o email, os telefones, telefone fixo, telefone celular,  coloca a sua idade, evite colocar data de nascimento, coloca a idade, é mais objetivo e mais claro, estado civil é opcional, se você quiser colocar,  pode colocar não tem problema, e outra coisa não coloque de forma alguma, número de documento no seu currículo, tem pessoas que colocam RG, CPF, número da carteira de trabalho, não precisa colocar, a não ser que a empresa peça pra você mandar um currículo e peça  essas informações, caso contrário, não precisa colocar.

Outra coisa que não precisa colocar é foto, tem pessoas que colocam foto 3×4 no currículo, não precisa.

2 – Objetivo

Qual é o seu objetivo dentro daquela empresa, o que você está buscando profissionalmente, o que você quer passar para o RH, estou em busca do quê, então no  objetivo se você colocar, estou em busca de novas oportunidades, isso fica muito em  aberto, não diz o que você quer, então coloque o cargo, o cargo que você deseja, o importante é você deixar claro o que você quer, porque senão confunde, como é que o RH vai direcionar você para um processo seletivo, se você não colocou o objetivo, o que você quer, fica confuso e diminui as suas chances, de entrar em processos seletivos interessantes para a área que você quer.

3 – Resumo das Qualificações

Esta é a parte mais importante do currículo sinceramente, porque aqui você vai ter a oportunidade de se apresentar já para o recrutador e para os recursos humanos da empresa em questão, que você está entregando o seu currículo.

Aqui você vai fazer um resumo da sua carreira, de tudo que você fez, lógico, resumo é no máximo dez linhas, parece pouco mas dá para você ser bem claro e bem objetivo,  gerando curiosidade da pessoa que está lendo o currículo, gerando interesse, esse é o objetivo do resumo das qualificações, a pessoa pegar o seu currículo e falar, uau, eu quero conhecer mais esse profissional.

O importante é você focar aqui nas suas competências, dos seus pontos fortes, aquilo que você é muito bom e que vai fazer a diferença na empresa que você está se candidatando.

Formação

Aqui muita atenção, porque o que se vê muito também, as pessoas colocarem todos os cursos que elas fizeram, todas as línguas que falam, todas as faculdades que fizeram, em um só tópico, cuidado, porque isso acaba confundindo, formação é uma coisa, idioma é  outra coisa, curso é outra coisa e nós vamos ter um espaço para cada um deles no nosso currículo, então primeiro a formação, você vai colocar as suas graduações, pós graduações, mestrados se você tiver, se acaso você não tiver uma graduação, coloca o ensino médio e aqui também entram as certificações.

Terminada toda a especificação da sua formação, vamos para o próximo item.

Idiomas

Aqui você vai colocar o idioma que você fala e o nível, isso é muito importante. Seja  honesto no nível de idioma, então se eu falo inglês básico, não vou colocar inglês avançado para impressionar, porque isso pode te queimar.

Vamos supor que foi colocado no currículo que tem inglês fluente, mas o inglês é básico, e aí marca uma entrevista em inglês com você, e você não sabe o que falar, isso queima mesmo, então seja honesto, se o seu inglês é básico coloque nível básico, se o seu  inglês é intermediário, deve-se colocar intermediário no currículo.

4 – Experiências Profissionais

Quais vão ser estratégicos, como que nós podemos ser estratégicos nas experiências profissionais.

Evite muito a lista de supermercado, de colocar um monte de coisa, eu fiz isso e aquilo.

O excesso de informação também é algo prejudicial no currículo, porque confunde muito, a hora que a pessoa vai ler, ver aquele monte de informação sem conexão e sem objetivo, fica cansativo, perdendo um pouco o interesse, então pra que o currículo possa ser estratégico e interessante, procure colocar quais foram os resultados positivos que você proporcionou na empresa, enquanto você estava trabalhando lá.

Procure lembrar de soluções e idéias que você teve e proporcionou à empresa, que trouxe resultados positivos, porque a empresa quer resultado, está contratando você porque ela quer que você dê resultados pra ela, então se você já começar a colocar isso no seu currículo, dentro das experiências profissionais, ponto pra você, já vai citar o nome da empresa, você vai colocar o tempo que você ficou na empresa, vai colocar também o cargo que você exerceu e as principais atividades, então escolha aquelas atividades realmente estratégicas e dentro dessas principais atividades, já anexa o que você conseguiu de positivo, o que você proporcionou de positivo para aquela empresa, lembrando que aqui nas experiências profissionais, sempre começa da ordem decrescente ou seja, da minha última experiência profissional até a minha primeira, se acaso você tiver muitas experiências profissionais na hora de colocar, se for dar umas seis páginas por exemplo, eleja as principais experiências profissionais, principalmente se você está querendo migrar de área, então sempre coloca-se experiência voltando o foco para aquela área que você quer.

5 – Cursos Extracurriculares

Aqui você vai colocar os cursos que você participou por exemplo, um workshop, uma palestra, um curso de uma semana que deu certificado, então curso é tudo aquilo que você fez pra agregar conhecimento na sua área, na sua carreira, mas que não é uma graduação.

Se acaso você fez algum trabalho voluntário, ou faz trabalho voluntário, é muito interessante você colocar no seu currículo, você pode colocar como atividades complementares.

E essas foram as dicas, cinco passos essenciais para você garantir um currículo de sucesso.

Encontramos esse conteúdo no Youtube